sexta-feira, 8 de julho de 2011

#Resenha: Contos de Fadas


#Título: Contos de Fadas – Contos #Autor: Charles Perrault, Jeanne-Marie Leprince de Beaumont, Irmãos Grimm, Hans Christian Andersen, Joseph Jacobs e Anônimos #Tradução: Maria Luiza X. de A. Borges #Editora: Zahar #Número de Páginas: 284

Assim como em Alice, esse livro publicado pela Editora Zahar, é um exemplar fofo e com um design perfeito. A capa é dura e sua estrutura é pequena.
O livro é composto com todas as histórias infantis já ditas e contadas durante toda a nossa infância, enquanto digo todos, isso inclui seus avós e pais.

Durante muito tempo o romance era feito para entreter adultos, apenas. Eram escritos com fatos violentos como assassinatos, atos sexuais, mutilação, covardia e tortura. E apesar de causar tal repulsa pela sociedade, essas histórias faziam tanto sucesso que muitas crianças gostaria de ter a oportunidade ler e, por motivos óbvios, era impedidas.

Por esse motivo os contos de fadas foram criados. Contos que antes era somente feitos para adultos, foram transformados em histórias infantis, até se tornarem no que conhecemos hoje. Os mais conhecidos adaptadores foram os Irmãos Jacob e Wilhelm Grimm, que nós mostraram contos como A Bela Adormecida e Rapunzel.

Os contos entregues pela Editora Zahar são os adaptados, claro. Nele podemos ver a verdadeira natureza dos autores, pois foram feitas poucas adptações na hora da tradução, por isso ficamos mais próximos da época em que foram feitos. Uma linguagem mais antiga é utilizada.

Para a apresentação do livro, temos Ana Maria Machado:

“Como a maioria dos leitores, tive meu primeiro contato com contos de fadas ainda antes de saber ler. Uma alegria imorredoura de minha meninice nasceu do fato de que contar histórias para as crianças era um ritual que fazia parte do quotidiano de minha família.”

Os contos de fadas são pequenas narrativas que todos deveriam ler pelo menos uma vez na infância, adolescência, outra na juventude e novamente quando adultos, por que em cada fase de sua vida, você vivências situações diferentes e nota o por que de tal personagem estar agindo de tal forma.

Um comentário:

  1. Oiii
    Muito legal seu blog...
    Depois se você quiser dar uma olhadinha no meu... e se puder segui-lo também eu agradeço.. Já estou seguindo o seu... ;)
    Beijoss

    http://lyluciana.blogspot.com/

    ResponderExcluir